Confiança do consumidor cai para 3,1 % em setembro

Por Letícia Valadares

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), revelou nesta sexta-feira (29), que a confiança do consumidor caiu para 3,1% em setembro, depois de subir em agosto. O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) encerrou o mês com o menor nível em um ano e meio, mostrando pessimismo em relação a inflação, ao emprego e a renda.

Segunda a CNI, a confiança do consumidor continua instável e desde junho de 2016, o indicador tem oscilado abaixo da média histórica de 108,2% pontos, alterando descidas e subidas.

Neste mês, os consumidores estão menos confiantes em cinco dos seis componentes do Inec: agravamento da situação financeira (-3,7%), aumento do endividamento das famílias (-5,8%), aumento da inflação (-3,4%), queda da renda pessoal (-3,7%) e piora do desemprego (-7,6%). Apenas um componente, às compras de bens de maior valor agregado, sofreu um aumentou,  e subiu 2,1% em setembro na comparação com agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *