Segundo a FGV, 40% do FGTS inativos sacados foram usados para pagamento de dívidas

Por Letícia Valadares

De acordo com a pesquisa da Sondagem do Consumidor realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), cerca de 40% dos consumidores brasileiros usaram o dinheiro das contas inativas do Fundo de Garantia de Tempo de Serviços (FGTS), para quitar dívidas.

Entre o período de março e julho deste ano, foram retirados de contas inativas R$ 44 bilhões. Das 2.047 pessoas entrevistadas na sondagem, 37,7% afirmam ter usado o dinheiro para quitar déficits.

Entre as pessoas com renda entre R$ 2.100 a R$ 4.800, 42,2% pagaram dívidas;  com rendas de R$ 4.800 a R$9.600, o percentual diminui para 32,4%; acima de R$ 9.600, cai para 23,4%.

Cerca de 25,9 milhões de trabalhadores sacaram os recursos do FGTS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *