Planalto atribui baixa popularidade de Temer à Gisele Bündchen

Por Letícia Valadares

Mesmo diante das denúncias contra o presidente da República, Michel Temer, interlocutores do Planalto afirmaram nesta terça-feira (20) que a responsável pela queda de popularidade do governo é a modelo Gisele Bündchen, por conta das críticas feitas publicamente contra a Reserva Ambiental do Cobre (Renca), que foi aprovado pelo governo no fim de agosto.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela CNT/MDA nesta terça-feira, a rejeição do governo Michel Temer alcançou 75,6%, ultrapassando o recorde de 68% do governa Dilma Rouseff, sobrando apenas 3,4% de aprovação para a atual gestão. A pesquisa ainda apontou o índice de 84,5% de desaprovação ao presidente Temer. Para a pesquisa, foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades Federativas, das cinco regiões do país.

O presidente foi denunciado duas vezes pelo ex-procurador da República, Rodrigo Janot, por obstrução de justiça e organização criminosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *