Meirelles diz que Brasil se recuperou da recessão graças à transparência do governo

Por Letícia Valadares

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, falou nesta quarta-feira (4), que o motivo da recuperação econômica do Brasil, foi à transparência nas contas públicas adotadas pelo governo de Michel Temer. Ele afirmou que a as famílias e empresas já estão menos endividadas e apontou para a continuidade da política de concessões e privatizações no próximo ano.

A declaração de Meirelles foi feita durante a abertura do IV Seminário Brasileiro de Contabilidade e Custos Aplicados ao Setor Público. “A recessão dos últimos anos foi a maior da história, a mais longa e a mais profunda. O desajuste das contas públicas e perda de confiança levaram à retração do investimento. O excesso de intervencionismo em setores relevantes e uso inadequado das estatais também levaram à recessão”, afirmou.

O economista ainda reforçou, que o principal atraso para o fim da recessão foi o alto índice de  endividamento das famílias e empresas. “Num primeiro momento, isso atrasou a recuperação, mas é uma das causas da retomada agora. Já estamos em processo de estabilização da dívida das empresas e queda das dívidas das famílias”, disse.

Segundo ele, a principal causa da queda da arrecadação deste ano, foi a baixa da meta da inflação, que ficou em 4,5% em 2017. O que levou o governo a aumentar as metas de deficit fiscal deste e do ano próximo ano para R$ 159 bilhões.

Lembrou ainda da Taxa de logo Prazo (TLP) que foi aprovada pelo Congresso e do leilão das hidrelétricas, que arrecadou R$ 12,13 bilhões.  “Apesar de dúvidas que haviam, os leilões de energia foram um sucesso e atraíram investimentos de várias origens. Temos tido cuidado com a remuneração adequada do patrimônio público. Há muita coisa por vir em privatizações e investimentos de infraestrutura”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *