Gilmar Mendes assina cooperação entre PF e TSE para compartilhamento de dados

Por Lucas Lyra

 

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, assinou nesta quinta-feira (16), ao lado do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segóvia, um acordo para compartilhar o banco de dados biométricos dos cidadãos.

Segóvia afirmou inclusive, que o acordo vai agilizar a emissão de passaportes. “Com isso a gente espera que o cidadão não precise mais ficar fazendo coleta de impressões digitais, biometrias. Isso vai reduzir bastante o tempo de atendimento e consequentemente melhorar o recebimento do documento”, afirmou.

O diretor da PF explicou que o procedimento também irá auxiliar em investigações. “Na prática, a PF agora tenta auxiliar num trabalho primeiro investigativo dentro de bases de dados e trocas de informações entre o TSE e a PF. E essa parceria também vai melhorar a vida do cidadão”, disse.

Gilmar Mendes também afirmou que o compartilhamento de dados facilitará a vida do cidadão. “Em um primeiro momento vamos ter essa agilização em relação a emissão de passaportes. Eles vão ficar dispensados, por exemplo, esses nossos eleitores, de ter que ficar comprovando ter participado das últimas eleições ou de estarem isentos de qualquer responsabilidade eleitoral”.

“Mas certamente vamos avançar nesta parceria. Já temos algum trabalho no sentido de identificação desses casos de duplicidade ou de falsificação. A polícia nos tem ajudado em questão de prestação de contas e de identificação dos desvios”, concluiu o ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *