Senador Cristovam Buarque critica “tapete vermelho” a Huck em seu partido

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) fez críticas nessa quarta-feira (22) à aprovação do partido da candidatura de Luciano Huck. O apresentador pretende se filiar à sigla a fim de concorrer ao cargo de presidente do país, posto almejado por Cristovam. O presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP), está disposto a receber Huck com “tapete vermelho”.

Para Cristovam, o carisma do partido por Luciano Huck se deve por sua popularidade e potencial de votos, o que considera reprovável. “Se for assim, não deveríamos ter candidato e ir direto apoiar Lula ou Bolsonaro”, afirmou o senador.

O senador representante do PPS na bancada não deixou de ressaltar que fica “emocionado” com o engajamento político de pessoas realizadas financeiramente. Cristovam, que almeja pertencer à disputa presidencial, havia afirmado que se licenciará da coligação em busca de apoio para a sua candidatura. Há duas semanas, Freire afirmou que ele tem “dificuldade política-eleitoral”, o que pôs em outras palavras com a frase: “ele não tem voto”.

Além de Cristovam, Lula se manifestou sobre a candidatura nessa quarta-feira, se referindo a Luciano Huck quando disse: “quero disputar a Presidência com alguém com logotipo da Globo na testa”. Há suspeitas de que a emissora já busca substitutos do apresentador, caso ocorra a candidatura. Huck deve se filiar ao PPS, antigo partido comunista, até o dia 15 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *