TJ-DF proíbe deputado federal preso de trabalhar durante o dia

Por Lucas Lyra

 

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) revogou nesta sexta-feira (24), por unanimidade, a autorização para o deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ) trabalhar durante o dia na Câmara dos Deputados.

Preso no regime semiaberto por falsificação de documento público e dispensa de licitação por atos cometidos enquanto ocupava a prefeitura de Três Rios-RJ, entre 2001 e 2008.

A decisão do TJ-DF veio após um pedido do Ministério Público do DF (MPDF), que questionou o benefício dado ao deputado. “o trabalho externo do preso não é compatível com o exercício da atividade parlamentar”, disse o documento do órgão.

Celso Jacob foi flagrado no ultimo domingo tentando retornar a Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde cumpre pena, com pedaços de queijo e pão escondidos na cueca. Por conta do “mau comportamento”, Celso passará os próximos sete dias em isolamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *