Posições de Moro enquanto juiz ‘inspiram’ senadores em sabatina

 

No depoimento do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) ao Senado para explicar as conversas que teve com o procurador Deltan Dallagnol enquanto era juiz da Lava Jato, o rigor do julgador será a “inspiração” dos parlamentares que questionarão sua atuação da Lava Jato.

O senador Angelo Coronel (PSD-BA), que tem em mãos um requerimento para abrir uma CPI para investigar a operação, lembra que o pacote de Medidas Contra a Corrupção, apoiado por Moro e Dallagnol, prevê que provas ilícitas obtidas de boa-fé servem para condenar.

“O discurso do vazamento não se sustenta e o que importa é o que ele disse. O ministro terá de explicar com quem mais ele falou. A partir do momento que ele troca mensagens e orienta o Ministério Público ele deixa de ser imparcial”, disse o parlamentar.

Da redação, com informações da Veja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *