TRF-4 nega pedido da defesa de Lula de afastamento de desembargador

 

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para afastar o desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores do processo do caso do sítio de Atibaia.A decisão foi comunicada nesta quinta-feira (18)

Já o segundo pedido, contra o desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos processos relativos à Operação Lava Jato na 8ª Turma, não teve o seu mérito julgado, pois foi solicitado fora do prazo processual legal preestabelecido.

Os advogados  de defesa de Lula apontaram que as manifestações públicas de Flores para a imprensa, relacionadas à sentença do triplex do Guarujá (SP), comprovariam a perda da imparcialidade, refletindo sua inclinação pela acusação e adiantamento do julgamento do processo do sítio.

 

Da Redacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *