Governo oficializa aposentadoria do ministro do STJ Nefi Cordeiro

O ministro Nefi Cordeiro se aposenta do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a partir desta quinta-feira (11/3), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (10/3).

No início do mês, o magistrado informou aos colegas do STJ que deixaria o cargo para cuidar da saúde, ficar com a família e seguir outros rumos.

Durante a sessão em que fez o comunicado, Nefi disse que pensou muito e resolveu que esse seria o momento, até por “sustos de saúde”, para ficar com a família e tomar outro caminho. Ele finalizou dizendo que sempre procurou fazer o melhor e que já sente saudades.

O ministro, que tem 57 anos, poderia permanecer no tribunal por mais 18 anos, até atingir a idade de aposentadoria compulsória, que ocorreria em 2038.

Cordeiro atuava na 6ª Turma, responsável por processos criminais.

Reprodução/DOU

A saída de Cordeiro abre nova vaga no STJ. No cargo desde 2014, o ministro ocupa a cota de indicações que vêm da Justiça Federal.

A primeira vaga — ainda não preenchida pelo Planalto — é a do ex-ministro Napoleão Nunes, que atuava na 1ª Turma, responsável por casos de direito público.

Uma terceira vaga será aberta em 2022, com a aposentadoria compulsória do ministro Felix Fischer, que atingirá 75 anos de idade em agosto.

Da redação com o METRÒPOLES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *