Bolsonaro sobre Lula: “Ele não vai ficar elegível, não. Acho que não”

O presidente Jair Bolsonaro ainda não acredita que enfrentará na campanha pela reeleição, em 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada ontem (16/3), o atual ocupante da residência oficial da Presidência da República apostou que o petista não terá condições jurídicas de se candidatar.

“Ele não vai ficar elegível, não”, disse Bolsonaro a apoiador que havia dito estar ansioso pelo debate com Lula na campanha. “Acho que não”, completou Bolsonaro, que já se afastava quando o apoiador disse “se Deus quiser”.

O trecho foi divulgado pelo canal no YouTube da página Foco do Brasil, cuja equipe é bem-vinda no cercadinho onde o presidente costuma cumprimentar os fãs que vão até o local.

“Imagina se fosse tivesse o PT no meu lugar aqui pelo Brasil”, disse Bolsonaro, iniciando o diálogo antes do apoiador trazer o nome de Lula.

Atualmente, o ex-presidente Lula está com a ficha limpa porque o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou suas condenações na Lava Jato aceitando argumento da defesa de que a 13ª Vara Federal de Curitiba, comandada pelo então juiz Sergio Moro, não era onde o petista deveria ter sido julgado pelos crimes que o Ministério Público lhe imputava.

Foi uma decisão monocrática e a Procuradoria Geral da República recorreu, o que deve levar o plenário do STF a votar a decisão de Fachin.

Bolsonaro não detalhou as razões que o fazem acreditar que Lula estará inelegível no ano que vem.

Da redação com o METRÓPOLES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *