Maia reassumirá mandato na Câmara para tentar derrotar Bolsonaro

Licenciado da Câmara há cerca de dois meses, Rodrigo Maia (sem partido-RJ) reassumirá o mandato de deputado federal nesta quarta-feira (27/10) para tentar impor uma derrota ao governo Jair Bolsonaro, de quem é crítico ferrenho.

Ele retomará o mandato para votar contra a PEC que autoriza a União a adiar o pagamento de precatórios em 2022. Defendida principalmente pela ala política do governo, a proposta permitirá ao governo bancar o Auxílio Brasil de R$ 400 fora do teto de gastos.

Nos últimos dias, Maia tem feito campanha nas redes sociais e nos bastidores para convencer outros deputados a votarem contra a PEC. Nesta terça-feira (26/10), por exemplo, postou um relatório da Consultoria da Câmara contra a proposta.

Segundo auxiliares, logo após a votação da PEC, Maia pedirá licença do mandato novamente e retornará para o comando da Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de João Doria, em São Paulo, cargo que assumiu no final de agosto.

 Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *