Bancadas começam a anunciar voto contra PEC dos Precatórios no Senado

Antes mesmo de a proposta começar a tramitar na Casa, bancadas partidárias do Senado Federal já começaram a anunciar fechamento de questão contra a PEC dos Precatórios.

Isso significa que, em tese, senadores dessas siglas devem votar em bloco pela rejeição da proposta, que viabiliza o Auxílio Brasil de R$ 400 em 2022 e aumenta os valores pagos em emendas parlamentares.

O líder do minoria no Senado, Jean Paul Prates (PT-RN), por exemplo, já avisou que o PT na Casa, com nove senadores, seguirá a bancada da Câmara e também fechará questão.

Assim como PCdoB, PSOL e Partido Novo, todos os deputados federais PT que participaram da votação se posicionaram contra a PEC dos Precatórios.

Outra bancada do Senado que fechará questão contra a proposta é o Podemos, que tem oito senadores. Na Câmara, apenas três dos 11 deputados da legenda votaram pela aprovação da proposta.

Alcolumbre já escolheu relator da PEC dos Precatórios no Senado

PT e Podemos têm juntos 15 senadores. Para ser aprovada no Senado, uma proposta de emenda à Constituição precisa de 49 votos, em dois turnos de votação.

Como mostrou a coluna, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), escolheu o líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), como relator da PEC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *