Dogde diz que direitos humanos são prejudicados pela corrupção

Por Letícia Valadares

A presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dogde, disse em visita à reunião do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), que o direitos humanos é prejudicado pela corrupção. Nenhum outro chefe do Ministério Público Federal (MPF), já havia prestigiado uma reunião ordinária do conselho.

“A corrupção afeta sobretudo os direitos humanos. Quando investigamos e punimos corruptos, o fazemos porque o dinheiro é desviado de políticas públicas necessárias para atender à população brasileira. É desviado de áreas que financiam o acesso das pessoas à educação, à saúde, ao transporte, inviabilizando serviços públicos”, afirmou Raquel Dodge.

Antes de assumir o seu novo posto, Dogde, já havia comentado, que durante sua gestão, o MPF passaria a se preocupar mais com a defesa dos diretos humanos. Logo que assumiu o cargo, a procuradora criou a Secretaria de Direitos Humanos e Defesa Coletiva do CNMP, que está sendo comandado pela procuradora de Justiça de Goiás, Ivana Farina Navarrete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *