Temer requer outra vez suspeição de Janot e afirma: “eu tinha razão”

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

A defesa de Michel Temer solicitou nessa terça-feira (5) a suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pela segunda vez, por parcialidade nas investigações que envolvem o presidente. Além disso, requisitou todos os áudios das delações relacionadas à JBS, os quais evidenciam fatos omitidos dos delatores.

Nessa segunda-feira (4), Janot abriu um processo acusando a omissão de fatos de empresários da JBS em delação premiada para a Lava Jato, o que pode anular os benefícios dos delatores. O Supremo Tribunal Federal (STF) liberou os áudios que confirmam, inclusive, a incriminação do ex-procurador da República Marcelo Miller, tido como braço direito de Janot na Procuradoria Geral da República.

O procurador denunciou Temer por corrupção passiva no início do ano, utilizando gravações entregues em delação dos executivos da JBS. Com os áudios liberados essa semana, o presidente declarou um enfraquecimento político de Janot e destacou: “afinal, os fatos acabaram mostrando que eu tinha razão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *