Temer enfrenta problemas críticos de saúde

Por Gabriela Mestre

Com supervisão de Lucas Lyra

O presidente Michel Temer enfrenta problemas de saúde e está com uma obstrução parcial de uma artéria coronária, doença cardíaca que é motivo de quase 30% das mortes no Brasil. O anúncio da enfermidade foi feito na terça-feira (10), e o presidente será submetido a tratamento com medicações que podem evitar o possível cateterismo esperado para ainda esse semana. O Palácio do Planalto não confirmou as constatações.

Apesar da repercussão dos problemas cardiovasculares de Temer, o Planalto alegou perfeitas condições de saúde do presidente, que aos 77 anos de idade, é o mais velho presidente da história do Brasil. Ainda que não tenha negado a realização dos exames, a Presidência da República confirmou: “não foi constatado nem reportado ao presidente nenhum problema”.

Em contraposição, foi declarado, inclusive, que a cirurgia de cateterismo teria sido feita na última sexta-feira (6) e que o próprio presidente foi o responsável por adiá-la, devido ao processo da denúncia contra ele vigente na Câmara dos Deputados. O médico particular de Temer, Kalil Filho, se manteve neutro e não se manifestou. Sem cuidados, a obstrução de artérias pode ocasionar ataques cardíacos e enfarte do miocárdio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *