O placar previsto pela defesa de Bolsonaro para o julgamento no TSE

A defesa do presidente Jair Bolsonaro prevê que o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitará, por ampla maioria, as duas ações que pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Hamilton Mourão eleita em 2018. O julgamento dos processos começa nesta terça-feira (26/10).

À coluna a advogada eleitoral de Bolsonaro, Karina Kufa, disse acreditar que todos os sete ministros titulares da Corte votarão pela rejeição das ações. “Acredito num julgamento justo e técnico. Não vejo margem para que tenham votos pela cassação”, pontuou.

No Palácio do Planalto, ministros também estão otimistas e calculam que Bolsonaro já teria ao menos quatro votos a seu favor, o que já configura maioria. A aposta é até de que o próprio corregedor do TSE, Luis Felipe Salomão, dará um voto cheio de “recados” ao presidente, mas ainda assim pela rejeição das ações.

As ações argumentam que Bolsonaro e Mourão teriam cometido abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2018, por supostamente terem comandado a contratação de empresas de disparo em massa de mensagens contra o PT.

Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *