Bolsonaro diz que Polícia Federal o salvou da morte depois de facada

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, na manhã desta quinta-feira (16/12), durante a cerimônia de encerramento do Curso de Formação Profissional de Agente de Polícia Federal, que os agentes da corporação foram um dos responsáveis por salvar a vida dele, quando foi esfaqueado por Adélio Bispo, em Juiz de Fora (MG), durante campanha eleitoral em 2018.

“Fomos a Juiz de Fora, pessoal deve saber da história que aconteceu lá. Se não fosse um planejamento meticuloso por parte dos policiais federais, de rota de fuga para um posto de saúde, um hospital ou Santa Casa, eu teria morrido, não estaria aqui. Estaria o segundo lugar de 2018”, disse Bolsonaro, durante a fala.

O presidente chamou ao palco alguns policiais federais que estavam com ele em 6 de setembro de 2018, data do atentado em Juiz de Fora.

governo federal prepara um reajuste salarial para agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), categorias que compõem a base eleitoral do presidente. A estratégia do governo é conceder reajuste à categoria até o ano que vem.

“Temos que valorizar vocês também, não podemos ficar apenas nos discursos e nas promessas”, disse Bolsonaro na última terça-feira (14/12).

Da redação com o Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *