Reconhecimento: Por unanimidade, magistrada mato-grossense é condecorada pelo Tribunal Superior Militar

Na última segunda-feira (27), a magistrada e professora doutora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Drª Amini Haddad Campos, recebeu o comunicado do Conselho do Mérito Judiciário Militar sobre sua admissão no quadro especial.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A notícia foi enviada via correspondência pelo General do Exército, ministro – presidente e chanceler da Ordem do Mérito Judiciário Militar, Luis Carlos Mattos, que por decisão unânime em sessão no mês de Novembro, foi definida a admissão da juíza no quadro especial no grau de alta distinção em reconhecimento aos serviços prestados à Justiça Militar da União. A solenidade acontece no dia 1º de Abril de 2022. Para Amini Haddad é uma satisfação e tal decisão mostra o quanto é importante estabelecer elo em ações comunitárias.

“Este momento revela quão importante é construir pontes em ações comunitárias para o bem comum. Somos finitos. Mas, nossas ações, atitudes ecoam para a eternidade. Essa condecoração pertence a algo que é muito maior que a minha existência e individualidade. É com esse olhar que caminho, certa que a nossa passagem por este mundo depende da percepção do equilíbrio a partir do traçado da Equidade”, expressou emocionada sua alegria pela admissão.

Amini fez um paradoxo de como as coisas são e como elas evoluem. “Até para nascer somos igual em parcela genética dos nossos pais, e a vida já nos revela tudo o que precisamos aprender. Tenho muito a agradecer a todos os que me trouxeram a esta compreensão prática. Desta forma, alimento em meu coração gratidão à minha avó Amini Haddad, de quem herdei o nome, por me fazer acreditar, mesmo nos momentos mais tenebrosos que enfrentei. À minha mãe, por ter me ensinado a valor da doação e da caridade”, destacou.

A juíza lembrou de pessoas que segundo ela foram e são fundamentais em sua trajetória. “À desembargadora Shelma Lombardi de Kato pelo seu exemplo sempre dedicado à realização dos Direitos Humanos; à desembargadora Maria Erotides por ser tão valorosa magistrada, sempre a serviço da Justiça. Com ela aprendi a cultivar horizontes longínquos, mesmo quando, aos meus olhos, parecia missão impossível; ao meu pai Zamil, por ter me ofertado realidades à superação; ao meu irmão Jamilson, por ter sido amigo, parceiro da jornada fraterna, em busca de valores nobres; e à minha família, por ter alimentado a minha alma com sabores e cores das mais simbólicas da minha vida”, agradeceu Amini.

A mais nova membro do quadro especial do Superior Tribunal Militar fez questão de registrar os agradecimentos pela admissão. “Meus sinceros agradecimentos ao Presidente do Superior Tribunal Militar, Gen do Exército Luiz Carlos Mattos. O seu exemplo é história para todos nós. Gratidão pelos ensinamentos e oportunidade de aprendizado impressos nos seus passos de vida; à Ministra Elizabeth Rocha, minha profunda admiração. Foi uma honra caminhar ao seu lado, aprender e perceber que competência e esperança guarnecem sua existência, para além das parcelas de tempo. Somar é o nosso maior dever. Gratidão pela condecoração. Ela pertence a todos nós nesse sonho comum por equidade”, salientou a magistrada.

Por Vânia Neves 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *